Quadrilha que contrabandeava cigarros tem prejuízo de R$1 milhão durante operação Hórus no Interior do Paraná

Porto Camargo (PR): esse é o local onde as Polícias Militar e Federal, além do Exército Brasileiro e a Força Nacional, agiram integrados para desmantelar uma quadrilha que agia dentro de uma ilha. E o resultado da ação conjunta, que faz parte da Operação Hórus, foi bastante expressivo: R$ 1 milhão em cigarros contrabandeados acabaram apreendidos. O Corpo de Operações e Buscas de Repressão Aquática (COBRA), unidade do Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron) foi quem representou a PM do Paraná na ação, que aconteceu na última quinta-feira (15/08).

A ilha, que antes funcionava como passagem desses e outros materiais contrabandeados, foi descoberta pelos policiais que patrulhavam uma região de Porto Camargo. A abordagem aconteceu quando a movimentação de várias embarcações – mais tarde foram contabilizadas cinco – chamou a atenção.

O local pelo qual um grupo de pessoas se movia de maneira suspeita era cercado por uma mata fechada. E foi exatamente para lá que os envolvidos acabaram fugindo quando os policiais se aproximaram para efetuarem uma fiscalização minuciosa dessas embarcações.

Nenhum dos integrantes da quadrilha foi localizado, mas a ação policial resultou na apreensão de pouco mais de 300 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai. O valor desses produtos, de acordo com os agentes de segurança pública, chega a quase R$ 1 milhão. Cigarros e as embarcações foram levados à Delegacia após os procedimentos no local.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta