Repórter é cercado por bando, ameaçado e tem carro danificado em Campo Mourão

Em uma ação de perseguição contra o trabalho da imprensa, um grupo de rapazes cercou o veículo VW/Gol do repórter cinematográfico Rafael Silvestrin, fizeram ameaças de morte a ele e provocaram danos na lataria de seu automóvel.

O atentado ocorreu na tarde deste domingo, na rua Hideji Kobayashi, no jardim Cidade Nova. Silvestrin estava acompanhado da esposa e da filha quando acabou passando pela rua onde ocorria uma briga.

Como seu carro tem a identificação de “imprensa”, provavelmente o bando acreditou que ele estava ali para registrar a confusão. “E nem estava a trabalho, estava apenas passando com minha esposa e a filhinha, quando me fecharam com um Astra prata. Em seguida começaram a chutar meu carro, quebraram um retrovisor e fizeram ameaças de morte. Uma situação muito desagradável e que vai causar trauma na minha filha”, lamentou.

Silvestrin anotou a placa do veículo usado pelos agressores e a Polícia Militar vai tentar localizar o grupo. Fonte Tá Sabendo

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta