Coamo realiza “Reunião de Campo” virtual para informar milhares de cooperados

Em tempos de pandemia é preciso se reinventar. Diferente do que vem acontecendo nos 50 anos da Coamo, neste ano, a Reunião de Campo com a diretoria não foi presencial, mas sim virtual, pelo canal da cooperativa no YouTube, nesta quinta-feira, com a audiência de milhares de expectadores no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. O presidente dos Conselhos de Administração da Coamo e da Credicoamo, engenheiro agrônomo José Aroldo Gallassini, coordenou a reunião, que teve a participação dos presidentes Executivos da Coamo, Airton Galinari, e da Credicoamo, Alcir José Goldoni, do gerente de Assistência Técnica, Marcelo Sumiya e do assessor de Cooperativismo, José Ricardo Pedron Romani. Tradicionalmente, a diretoria da Coamo percorre duas vezes no ano todas as unidades da cooperativa para levar importantes informações aos cooperados. As do primeiro semestre foram realizadas normalmente este ano no final de janeiro e início de fevereiro.A reunião virtual foi transmitida ao vivo da sede da Coamo, em Campo Mourão, pelo Youtube. De acordo com Galinari, conhecimento e informação sempre foram os pilares do cooperativismo de resultado que a Coamo pratica e praticou em toda sua história. “Durante os 50 anos da Coamo, milhares de reuniões de campo foram realizadas sempre de forma presencial, porque o Dr. Aroldo sempre considerou essencial esse contato direto da diretoria da cooperativa com os seus cooperados. Contudo, devido a pandemia, tivemos que nos adequar. Entendemos que esta maneira é a mais adequada no momento, para que possamos manter a nossa tradição com segurança para todos”, diz.Gallassini destaca a importância de manter os cooperados informados sobre a Coamo e o cenário agrícola e econômico brasileiro e mundial. “Fazemos questão desse contato direto, entre a diretoria e o quadro social da Coamo e Credicoamo, cumprindo assim a sua missão de gerar renda de forma sustentável, seguindo a sua visão de ser sempre a melhor opção para os cooperados, parceiros e colaboradores. O sistema cooperativista dá certo porque é transparente e comandado de forma honesta, sempre pensando na parte financeira e, também, na social”, assinala.Conforme Gallassini, mesmo realizada de forma diferente, a reunião com os cooperados cumpriu o objetivo de informar e apoiar no planejamento da comercialização e do plantio das próximas safras. “São dados importantes. Assuntos relacionados à comercialização, por exemplo, ajudam na tomada de decisão. Também apresentamos os custos de produção para que os cooperados possam comercializar a produção da melhor maneira possível.”Para Goldoni, o momento exige cuidado e mudanças de hábitos, mas sem deixar de lado o compromisso que a cooperativa tem com os seus cooperados. “Já é uma tradição essas reuniões. Este ano, foi em um formato diferente, mas sem perder a sua essência de informar e orientar o cooperado sobre os serviços e benefícios oferecidos pela Credicoamo. As duas cooperativas [Coamo e Credicoamo] trabalham de forma integrada visando o melhor para o quadro social”, destaca Goldoni.Assuntos – Na reunião virtual foi apresentada a situação geral da Coamo, da Credicoamo e da Via Sollus Corretora de Seguros, além de dados econômicos do Brasil e uma análise do Plano Safra do Governo. Números relacionados ao recebimento da safra e comercialização dos principais produtos da Coamo – soja, milho e trigo, também foram pautas da reunião.Conforme Gallassini, a Coamo deverá fechar o ano como melhor da sua história. Ele recorda que a safra de verão recebida em todas as unidades foi recorde e comercializada por bons preços pelos cooperados. “Podemos dizer que a agropecuária está vivendo um momento diferente do resto do país. Recebemos um total de 90,7 mil sacas de soja e 4,2 mil sacas de milho verão. Temos uma previsão de 42 mil sacas de milho segunda safra e 9,2 mil sacas de trigo. Se a safra de inverno de confirmar, somando a outros produtos como café e aveia, a Coamo deve fechar o ano com um recebimento de 146,5 mil sacas de produtos.”

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta