Secretaria Municipal de Saúde e Vigilância em Saúde alertar a população sobre aparecimento de Escorpião

A Secretaria Municipal de Saúde em conjunto com a Vigilância em Saúde de São João do Ivaí, vem comunicar e alertar  a população do município,  que no mês de Agosto foram registrados na região central da cidade aparecimentos de escorpião Tityus serrulatus, o popular escorpião amarelo, um tipo de animal peçonhento cada vez mais presente no meio urbano, adaptados ao ambiente do homem devido ao crescimento acelerado dos grandes centros. Sendo que no primeiro caso o morador identificou o animal sem causar acidente e no segundo caso houve acidente, porém sem gravidade.

Diante dos casos, o município vem adotando as medidas necessárias para contenção, através de arrastão e investigação, mas é de suma importância a participação de todos neste combate.

 Desde então o município não havia registros da espécie,  por isso é preciso que toda a população, saiba quais medidas adotar para evitar acidentes e mortes por envenenamento.

No ambiente urbano, para evitar a entrada dos escorpiões nas casas e apartamentos, a recomendação é de usar telas em ralos de chão, pias e tanques, além de vedar as frestas nas paredes e colocar soleiras nas portas. Outra medida é afastar as camas e berços das paredes, e ainda vistoriar as roupas e calçados antes de usá-los.

Nas áreas externas, as principais dicas são manter jardins e quintais livres de entulhos, folhas secas e lixo doméstico. Também é importante manter todo o lixo da residência em sacos plásticos bem fechados para evitar baratas, que servem de alimento e, portanto, atraem os escorpiões. Nas casas que possuem gramado, ele deve ser mantido aparado. Outra recomendação é não colocar a mão em buracos, embaixo de pedras ou em troncos apodrecidos e usar luvas e botas de raspas de couro para realizar atividades que representem certo risco, como manusear entulhos e materiais de construção, e nas atividades de jardinagem.

É importante ressaltar que em caso de acidente com o escorpião amarelo, deve-se tentar identificar o tipo de animal causador, e ir imediatamente ao hospital para os primeiros atendimentos, inclusive podendo haver necessidade de usar o soro antiescorpiônico.

Em crianças o acidente costuma ser grave, podendo levar a morte.

O Ministério da Saúde não recomenda a utilização de produtos químicos (pesticidas) para o controle de escorpiões. Estes produtos, além de não possuírem, até o momento, eficácia comprovada para o controle do animal em ambiente urbano, podem fazer com que eles deixem seus esconderijos, aumentando a chance de acidentes.

E atenção! Qualquer local que for encontrado o escorpião, comunicar a Vigilância Sanitária e Endemias para investigação do foco.

_________________________________________ 

ADRIANA CERON DE AMEIDA

SECRETARIA DE SAÚDE

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta